Crítica: A Cinco Passos de Você

‘A Cinco Passos de Você‘ é um filme que nasceu junto com o livro que te deu origem. O romance dos protagonistas é o foco quando a doença se torna um detalhe a parte.

Dois jovens com Fibrose Cística vivem dentro de hospitais. Mas quando Will conhece Stella, ele resolve abandonar o estilo aventureiro e se dedicar ao tratamento.

Constantemente comparado com ‘A Culpa é Das Estrelas’, o filme é bem menos dramático. A doença dos jovens é um obstaculo para eles mas não é tão abordada quanto parece nos trailers.

A personalidade dos dois é oposta. Enquanto conhecemos Stella, ela se mostra toda compromissada e controladora . Por outro lado, Will quer aproveitar a vida ao máximo porém leva o tratamento menos compromissado. Mas ainda temos Poe, o amigo de Stella que infelizmente morre durante a história.

O título do filme expressa o maior detalhe da trama. Pessoas com essa doença são bastante sensíveis a outras. Por conta disso eles precisam ficar a uma distância de seis passos. Apesar disso, de tudo que a doença lhe tirou, a protagonista escolhe diminuir a distância entre eles.

É nesse momento que a carga dramática deixa a desejar. Infelizmente os discursos de Stella não são tão impactantes quanto deveriam. As cenas que nos arrancam lagrimas são protagonizadas por Will. Mas temos a morte de Poe que poderia ser deixada menos obvia. Desde o inicio o longa nos direciona a no importar com o personagem, um sinal de que ele não vai durar muito!

Mesmo com a comparação inevitável, ‘A Cinco Passos de Você‘ ganha espaço na memória do espectador. Os jogos de tela onde os personagens estão sempre em lados opostos da um charme. Pode preparar os lencinhos quando ir ao cinema e aproveite para refletir um pouco!

Nossa nota
Nota dos leitores
[Total: 10 Average: 4.3]

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *