Crítica: Moffie

Moffie” é um filme sul-africano que tem tema LGBTQIA+, mas ao assistir você percebe que outros tem maior ou igual destaque.

Moffie

Nick é um jovem que acaba entrando para o exército. Porém, ele mora na África do Sul, um país que apesar de ter a maioria negra, é segredado e comandado por brancos radicais. Assim, por conta desse contexto, há inúmeros conflitos por liberdade da população negra. Entretanto, disfarçando o racismo, a desculpa é que tem de eliminar o comunismo, população ateia e as desculpas de sempre, que escutamos até hoje.

E é por conta disso que, apesar de Nick ser gay e ter que viver escondendo isso por conta das penalidades que pode sofrer, ainda mais estando no exército, esse tema fica tão pequeno. Mesmo a intenção do filme de estabelecer isso logo no início, as cenas de racismo são muito mais pesadas e tomam o tema para si.

Moffie

Por conta disso, e por ser um filme de guerra, é o conflito o maior destaque. Todo o treinamento de Nick é rondado pelos discursos de ódio. Inclusive, com cenas de humilhação pública e é chocante quando rola a cena de suicídio de um dos colegas de equipe dele. Mas ainda na equipe, ele se aproxima de Stassen, e tem uma pequena relação amorosa. Mas se estamos acostumados a procurar o final feliz, estamos vendo o filme errado! Logo eles são separados e Stassen vai para uma ala “médica” por ser gay.

Moffie” é a palavra sul-africana para “maricas”. Sem muitos diálogos, ele transmite muito. Entretanto, é difícil distinguir os personagens! Por conta dos uniformes e padronização do ambiente, muitas vezes é difícil saber quem é quem, e quem está falando. Com exceção do protagonista e o sargento, os demais se perdem no meio do grupo.

Nossa nota
Nota dos leitores
[Total: 0 Average: 0]

Frednunes

Fred, primeiro de meu nome, técnico em Gestão Pública, mestre pokémon, nerd, pós graduado em Comunicação, viciado em séries, duelista, MBA em Gestão de Pessoas, administrador, apresentador e dono do Futari.

Você pode gostar...

1 Resultado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.