Crítica: Annabelle 3 – De Volta Para Casa

Annabelle 3 – De Volta Para Casa‘ é, na minha opinião, o melhor filme da boneca. Não assusta tanto mas a diversidade de acontecimentos prendem a atenção. E quem diria, um filme sobre maldições escapou da famosa ‘maldição do terceiro filme'”

Annabelle

O filme começa de onde o primeiro parou. Temos o casal Warren dando seu parecer sobre a boneca e a aventura que foi levar Annabelle para casa. No caminho, durante um evento, temos a explicação que ela atrai outros espíritos. E é aqui que parece estranho, afinal realmente o quarto cheio de itens assombrados seria o melhor lugar para ela?

Mas o interessante é que o casal não participa tanto do filme. Ele é protagonizado pela filha, que tem os mesmos poderes da mãe, e sua babá e melhor amiga. A quantidade de novos filmes que a Warner pode vir a fazer é incrível. Temos uma noiva fantasma, um Lobisomem de Névoa e até mesmo um Samurai.

Annabelle

Mas nem tudo é sangue em Annabelle. Para um filme de terror ele se assemelha aqueles que riem do próprio gênero. Imagino que o mais assustador é o fato de que o filme é baseado em casos ‘reais’ em que o casal Warren trabalhou.

Os Jump Scares não acontecem e os que seriam óbvios não passam de piadas. Como dito antes, todas as entidades acabam ofuscando umas as outras, já que pouco é apresentado e ficamos só no gostinho. Em compensação temos um desenvolvimento de personagens interessante. A filha aprende a lidar melhor com seus problemas e a amiga da babá tem uma cena bem emocionante no final.

Resumindo, você não terá sustos ao ver o filme. Mas pode ir despreocupado e inquieto para ver se vamos conhecer mais sobre todas as demais entidades que conhecemos.

Nossa nota
Nota dos leitores
[Total: 0 Average: 0]

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.