Crítica: Invocação do Mal 2

Invocação do Mal 2” é uma avanço na franquia de terror da Warner. Afinal, foi a comprovação de que estávamos realmente interessados em todos os aspectos.

Invocação do Mal 2

Nesse filme nós conhecemos as consequências por trás do ramo do casal Warren. Em meio a história de uma garotinha assombrada, conhecemos mais do passado de cada um. Entretanto, essa introdução do passado se dizia respeito ao presente e também ao futuro dos filmes e da franquia. Afinal, conhecemos o passado do casal, lidamos com a situação atual e temos vestígios dos filmes futuros. Principalmente com a investimento forte em spin-offs como “A Freira”.

Tudo se fez ainda mais certo quando essa entidade da freira chegou a ser mais comentada que muitos dos aspectos do filme. Mas o cuidado com os filmes de Annabelle não se repetiu nesse. Derivando dele, ainda temos o “Homem Torto”, agora incerto devido os acontecimentos de 2020.

Invocação do Mal 2

Tecnicamente, o filme é mais corajoso, pois abandona um pouco do formato de documentário. Ainda temos as gravações, entrevistas e investigações, mas muito também ocorre longe desses momentos. Inclusive, ponto até levantado no texto sobre o primeiro filme, temos a apresentação da dúvida perante a assombração. Interessante de mostrar como até para o casal poderiam existir farsas no sobrenatural, formas de revelar a realidade do acontecimento.

Invocação do Mal 2” mantém os elementos do primeiro filme, mas também é corajoso em inovar e estender sua mitologia. Afinal, se um dos maiores trunfos era justamente a quantidade de casos, por que não introduzir entidades para que depois fosse feito um filme contando a origem dele? Não só o passado, mas quem sabe o futuro! Já que o “Homem Torto”, apesar de existir na casa, não necessariamente é confrontado pelo casal ou deixa uma pista sobre ter sido derrotado junto de Vallac.

Nossa nota
Nota dos leitores
[Total: 0 Average: 0]

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.