Crítica: O Clube da Meia Noite

O Clube da Meia Noite” é uma série da Netflix que aborda a morte de diferentes perspectivas, através de jovens terminais.

O Clube da Meia Noite

Uma casa antiga, cheia de histórias e donos que já passaram, hoje é administrada por uma médica que a tornou um lar para jovens terminais. Tais jovens, aos poucos, fundaram um grupo secreto que se reunia na biblioteca sempre a meia noite. Nesses encontros, histórias são contadas e fantasmas criados, contos esses que refletiam em parte os desejos e a forma com que tais jovens se veem. Mas na linha do real e do sobrenatural, o que é verdade e o que não seria?

Tratar a espera pela morte é um tema interessante. Principalmente ao abordar tantos personagens, com diferentes posturas, crenças e experiências. A busca pela cura, a crença na fé ou a busca pelo entendimento do que acontece depois. Contudo, considero uma oportunidade imensamente perdida. Aqui, o roteiro não soube equilibrar a trama “real” dos contos, e assim, tudo se torna confuso e desinteressante. Somando também nessa questão o total de zero interesse que temos nos personagens, pois não nos apegamos.

O Clube da Meia Noite

E piora, pois Ilonka, a personagem principal, é chata e incrivelmente burra para alguém que tenta se mostrar esperta. A dualidade da realidade com o sobrenatural fica em segundo plano pelo fato de que, em sua busca, sempre está claro que ela está tomando um caminho errado. Anya, a melhor dos personagens, acaba por ser desperdiçada pelo roteiro, que faz de seu momento bem menos impactante quanto deveria se, talvez, deixassem ela com mais foco.

O Clube da Meia Noite” é, sem sombra de dúvidas, uma das maiores decepções do ano de 2022.

Nossa nota
Nota dos leitores
[Total: 0 Average: 0]

Frednunes

Fred, primeiro de meu nome, técnico em Gestão Pública, mestre pokémon, nerd, pós graduado em Comunicação, viciado em séries, duelista, MBA em Gestão de Pessoas, administrador, apresentador e dono do Futari.

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.